youzz

dezembro 10, 2008

Sobre cheiros e lembranças

Eu sou muito crica com cheiro. Meu nariz é suuuper sensível e sou cheia das alergias e coceiras e rinites. Daí que às vezes o cheiro pode ser mega bom e o nariz apita, funga, esguicha e manda alerta pra cabeça começar a doer na hora.

Eu sou de todos os cheiros, desde que não sejam exagerados. Eles sendo naturais, aí beleza. (cheiros bons, por supuesto)

Gosto do cheiro antes da chuva, como a Nenéia. Depois da chuva, aquele cheiro de terra molhada. De grama sendo cortada. De jasmim. Sou clichê mesmo e daí? Mais alguém disse isso, mas não lembro.

Aquele cheiro de praia, que é meio uma mistura de cheiro de vento, areia, água salgada, algas, peixe, sei lá. E praia pra mim tem cheiro de mate gelado com limão, biscoito Globo e picolé de uva na hora de ir embora (minha primeira referência de praia é o Rio de Janeiro, só fui conhecer outras praias quando já era adulta).

Cheiro de café! Cara, eu AMO cheiro de café. Eu não tomava café até outro dia, sério, mas sempre pirei no cheiro de café. Se misturar com leite, aí o cheiro me entorta a cara e eu detesto... credo! Mas o café puro, recém coado, aquele cheiro que fica na casa... aiai... Assim como cheiro de bolo assando.

E, momento freak, adoro o bafinho de cachorrinhos nenéns, que acabaram de mamar e tem aquele azedinho do leite. O chulézinho das micro patinhas também.

A minha vó Inhá tinha cheiro de um creme da Johnson, um rosinha, não era de nenê. Acho que não existe mais. Mas é o cheiro dela. Cheiros de comida também muitas vezes me levam a ela. Aquela carninha moída, refogada com muita salsinha e azeitona verde picada, que ela recheava seus famosos pastéis, cheiro de quibe, do biscoito de polvilho e do outro “moreninho” que ela fritava.

Meu avô Carlos, ele tinha um cheiro meio de remédio (eu me lembro muito pouco dele), meio de cola de sapateiro, Iodex, sei lá, mas tinha cheiro de pele morena, e aquele cabelo beeem penteadinho.

Meu tio Nilson, meu grande Mestre Noslin, que hoje faz aniversário, tem cheiro de Leite de Rosas e cachimbo! Cachimbo é total o cheiro do meu tio. Onde tem cheiro de cachimbo, eu procuro ele.

Meu pai tem um cheiro quando ele sai, que é só dele, é um perfume que ele tem há milênios, e só usa em ocasiões MUITO especiais, todo arrumadinho. Pra outras nem tão especiais assim, tem o Farenheit. No geral, em casa, ele tem cheiro de banho, de creme de barbear e uma coisa lá no fundinho, de óleo de trompete.

Agora o cheiro de sair da minha mãe é o Cacharel, aliás, o cheiro de ir em casamento. Pra sair ela tem milhares de perfumes, que ela ama. E todo dia tem 327 cremes, para cada partezinha do corpo, e cada um tem seu cheiro. E mistura tudo, e é bom.

A vó Ruth tem cheiro de velhinha, daquelas beeeem velhinhas. A minha irmã, tem cheiro de bebê, de colônia de bebê, e eu zuava que ela tinha cheiro de fralda (limpa, claro). Meu irmão tem cheiro de irmãozão, cheiro de homem cheiroso sabe? Meu cunhado também. A cunhada tem cheiros variados, normalmente Victoria Secrets. Meus sobrinhos têm cheiro de molecagem, de bagunça e delicia. Adoro cafungar o cangote deles.

As falmigas têm cheiros variados, cada uma o seu próprio, e ainda to trabalhando nisso. Meu nariz ainda tá catalogando, sabem? Hehehehe

Tem um cheiro, que é incrível, que eu tenho o vidrinho guardado lá em casa. É uma colônia de Cassis, da L’occitane, que infelizmente saiu de linha. Eu perseguia minha amiga quando ela tava com esse perfume, até que ela me deu o restinho do restinho do restinho, num micro vidrinho. È o cheiro mais delicioso e de vez em quando ou vou lá cheirar o vidrinho. Pena que não existe mais. Era o cheiro que eu queria que fosse meu cheiro pra sempre. Um dia eu acho. Ou mando fazer.

7 comentários:

Isa disse...

lindo o teu texto.
cafe da manhã e terra molhada, confere.
bjs mis

carol disse...

Ameeeeeeei! Gosto de cheiro de coxinha da Dona Yvette! E da casa toda, agora que estou longe.
Teu cheiro é bom, Julys. Nem precissa de creme de papaia, muito menos que cassis.
Te amo!
Anna

Cláudia F disse...

E eu tenho saudade de cheiro de Juju.

Bela disse...

ah, eu copio Clau Farias...eu tenho saudade do cheiro de DzuDzu!!!

Beeeijos, amor
ps: acho que meu msn mórreu!

Paula Clarice disse...

(Obrigada, Papai do Céu, porque a Juju agora tem blog)
Ju, que texto sensacional!!!

Monica Alves disse...

Amei seu momento Freak. Vc é o máximo...só e só vc poderia ter um avô que cheirava uma colazinha básica!rsrrs
Beijo grande

Carla San disse...

Teu cheiro?
Vc tem cheiro de uma mistura de pimenta com chocolate, hortelã, café e musk. Joga uma nota de cedro, joga numa coqueteleira com uma dose de vodka e umas gotinhas de mel. Taí teu cheiro, nêga.
Liamo